Nó de Paisagem

Elias Maroso


 Nó de Paisagem 

Objeto tridimensional e fotografia
Impressão em 49 cm x 66 cm

Tiragem de até 10 cópias

Ano de 2016 
(série em andamento)


Elias Maroso

Série em andamento para observar, torcer e tornar objeto imagens da cidade. O trabalho tem em seu título o número zero por ser entendido como um começo, a latência de uma vontade, de um disparo germinal. Pela experimentação inicial, caminhos aparecem rumo a uma investigação ampla de materiais, para além do papel impresso, a considerar materialidades do espaço visto (de que materiais é o que vejo? De que maneira objetualizá-los?). Dá-se a largada a uma caminhada artística atenta ao circundante, às áreas abertas da cidade. Ao que desafia certezas poéticas e que anseia por novas dobras de mundo.

→ Esta obra faz parte da pesquisa de doutorado Arte de Pulsar Caminhos e de Atravessar o Espaço pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS, ênfase em Poéticas Visuais, linha de pesquisa Linguagens e Contextos de Criação. O estudo consiste no desenvolvimento de uma prática artística e reflexão teórica relacionada à ideia do atravessamento do espaço e dos trânsitos constitutivos entre o dentro e o fora tanto dos recintos expositivos como da própria ideia de disciplina artística. Sob orientação da artista e prof.ª dr.ª Maria Ivone dos Santos, essa investigação envolve o período de 2016 a 2020, com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes / Governo Federal / Brasil).