O Segredo É [...]


O Segredo é Não Ver com Os Olhos
The Secret Is Not Seeing With The Eyes

Instalação luminosa composta por desenhos em  cobre fotocorroído, cortes de acrílico, componentes eletrônicos, parafusos e fios de cobre esmaltado. Dimensões de 50 cm (altura) x  45 cm (largura) x 7 cm (profundidade). Ano de 2019

Luminous installation composed of drawings in photo-etched copper, acrylic cuts, electronic components, screws, and enameled copper wires. Dimensions 50 cm (height) x 45 cm (width) x 7 cm (depth). Year 2019


 
Ensaio gráfico Dilatação Circular (2017), referência para O Segredo É Não Ver com Os Olhos. O princípio de dilatação se repete em trabalhos como Rádio Portátil do Silêncio, A Frente e O Verso, Da Abertura, O Espaço e Um Relatório para Uma Academia[Eng.] Graphic essay Circular Dilation (2017), reference to The Secret Is Not Seeing With The Eyes. The principle of dilation is repeated in works such as Portable Silence RadioFront and BackFrom Aperture, The Space  e A Report to an Academy.


 
Detalhes de O Segredo É Não Ver com Os Olhos. Ano de 2019. [Eng.] Details of The Secret Is Not Seeing With The Eyes. Year 2019.


→ Esta obra compõe a pesquisa de doutorado Circuitos de Entrada e de Saída: por uma poética do atravessamentorealizada pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS, com ênfase em Poéticas Visuais, linha de pesquisa Linguagens e Contextos de Criação. O estudo consistiu no desenvolvimento de um processo criativo e reflexão teórica referentes ao atravessamento espacial e a trânsitos formadores entre o exterior e o interior tanto de recintos expositivos quanto da própria disciplina artística. Sob orientação de Maria Ivone dos Santos, a investigação compreendeu o período de 2016 a 2020, sendo financiada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES/Governo Federal/Brasil).

→ This artwork composes the doctoral research called Entrance and Exit Circuits: for a traversing poetics, carried out by the Graduate Program in Visual Arts at the Art Institute of the Federal University of Rio Grande do Sul (UFRGS), emphasized on Visual Poetics, line of research Languages and Contexts of Creation. The study consisted of the development of a creative process and theoretical reflection regarding the spatial traversing and the formative transits between the exterior and the interior of both exhibition spaces and the artistic discipline itself. Under the guidance of Maria Ivone dos Santos, the investigation covered the period from 2016 to 2020, being financed by the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (CAPES/Federal Government/Brazil).


Outros trabalhos: