Você não Está

Elias Maroso
Detalhe de Você Não Está em Um Lugar Só. Registros fotográficos de intervenções de rua feitas na cidade de Porto Alegre / RS com lambe-lambes de fotocópias. Da direita para a esquerda e de cima para baixo, os locais dos registros são, avenida Cristóvão Colombo, rua General João Manoel, rua dos Andradas e rua Washington Luiz. Ano de 2018-2019.

 Você Não Está em Um Lugar Só 

Série de Intervenções Urbanas 
Serigrafia sobre papel (lambe-lambe) 
Montagem com fotocópias (lambe-lambe) 
Versões gráficas de registros fotográficos 
Instalação eletrônica para ambientes expositivos

De 2016 a 2019



Você Não Está em Um Lugar Só compreende um conjunto de trabalho realizados no espaço urbano e em recintos expositivos. A proposição se baseia justamente em conceber trabalhos que possam coexistir em contextos diferentes de apresentação e exposição artística. Como ponto de partida, imagens de saliências, entranças, portais e dobras do espaço são pensadas como elementos que marcam e conectam espaços distantes, encurtam distâncias como buracos quânticos de minhoca. Tanto o movimento de ir para rua quanto o problema de condicionar uma experiência aberta em um ambiente expositivo da arte são considerados. O fato é que esses trabalhos realmente não estão em um lugar só, mas mudam de aspecto e apresentação de acordo com o contexto. A frase que dá título a esse conjunto de trabalhos se repete como um mantra pensativo e luminoso. O mantra forma um círculos que saem de minha cabeça. Abrem caminhos para ver buracos e furos que levam para fora da clausura. O contrário da clausura não é a pura exterioridade, mas a livre circulação entre o dentro e o fora. Estaria mesmo a arte confinada apenas a seu espaço de apreciação?


Elias Maroso
Detalhe de Você Não Está em Um Lugar Só. Versão gráfica de registro fotográfico de intervenção urbana. Impressão a laser sobre papel com aplicação de foil metálico. Dimensões da impressão de 30 x 30 cm. Inclui peça luminosa feita de acrílico, acetado,ímas, lâmpadas LED e fios de cobre esmaltado, com a inscrição "você não está em um lugar só". Dimensões da peça de 11 x 8 x 8 cm. Ano de 2019.


Elias Maroso
Detalhe de Você Não Está em Um Lugar Só. Montagem para o IV Concurso de Arte Impressa do Goethe-Institut de Porto Alegre / RS. Versões gráfica de registro fotográfico de intervenção urbana, peças luminosas e peças eletrônicas com efeito de vibração eletromagnética. Impressão a laser sobre papel com aplicação de foil metálico. Dimensões de cada impressão de 30 x 30 cm. Dimensões das peças luminosas de 11 x 8 x 8 cm. Dimensões das peças eletrônicas de 30 x 30 x 5 cm. Dimensões totais de 123 x 130 x 12 cm. Ano de 2019.


Elias Maroso
Detalhe de Você Não Está em Um Lugar Só. Serigrafias sobre papel aplicados sobre mdf e peça circular luminosa de acrílico com a inscrição "você não está em um lugar só". Dimensões totais do conjunto de peças de 230 x 160 x 10 cm. Ano de 2019.

Elias Maroso
Detalhe de Você Não Está em Um Lugar Só. Peça circular luminosa de acrílico com a inscrição "você não está em um lugar só" e serigrafia sobre papel aplicada em mdf. Dimensões de 69 x 69 x 10 cm. Ano de 2019.


Elias Maroso
Detalhe de Você Não Está em Um Lugar Só. A versão para ambiente expositivo do trabalho também apresenta dois desenhos circulares feitos com a fotocorrosão química de lâminas de cobre, esses afastados da parede por suportes de acrílico transparente. Os desenhos estão conectados a ímãs de neodímio e a um circuito arduino para receberem impulsos elétricos de baixa frequência em um ritmo pré-determinado. Cada impulso emitido faz vibrar espirais metálicas localizadas no centro de cada peça. Dimensões das peças de 30 x 30 x 5 cm. Ano de 2019.



→ Esta obra faz parte da pesquisa de doutorado Arte de Pulsar Caminhos e de Atravessar o Espaço pelo Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais da UFRGS, ênfase em Poéticas Visuais, linha de pesquisa Linguagens e Contextos de Criação. O estudo consiste no desenvolvimento de uma prática artística e reflexão teórica relacionada à ideia do atravessamento do espaço e dos trânsitos constitutivos entre o dentro e o fora tanto dos recintos expositivos como da própria ideia de disciplina artística. Sob orientação da artista e prof.ª dr.ª Maria Ivone dos Santos, essa investigação envolve o período de 2016 a 2020, com financiamento da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes / Governo Federal / Brasil).



Outros trabalhos: